Poesia que brota e pulsa

harmonia-2O que pode acontecer quando meninos e meninas ficam livres pra brincar?

A experiência de conviver em um condomínio na cidade de São Paulo revela os encantamentos do que pode surgir na expressão espontânea dos brincantes.

Márcia, Gabriel e Victória, nos revelam a potência inventiva das escolhas e do interesse por conhecer e se encantar com as novidades do mundo. Com tempo livre se encontram e permanecem horas dedicados à coerência dos seus fazeres: brincar e inventar muitas histórias em um pequeno espaço que eles conquistaram pra conviver no condomínio.

Contrariando a máxima dos adultos, que afirmam que as crianças não brincam mais, os três munidos de uma velha mala com rodinhas repleta de objetos recolhidos do cotidiano, demonstram alegria e interação para transformar o que está disponível em investigação de beleza criativa.

Curiosos, incrementam suas descobertas com porções de farinha e ervas aromáticas vencidas, água, folhas secas, sementes, pedras e algumas flores recolhidas nos canteiros espalhados pelo condonímio.

Este encantamento vivido entre eles durou algumas semanas e os três, em autêntica dedicação, se envolveram em muitas descobertas: misturar, observar, dar forma e textura, esperar, interagir e detalhar a harmonia das coisas.

Nesse espaço de criação de vínculos e diálogos, inventaram a brincadeira do “Master Chef” como possibilidade de viver e se dedicar a criar pratos sonhados e na descoberta de aromas, formas e cores.

“Este é um bolo de morango. Uma delícia! Eu adoro morangos”, comenta Márcia.

Gabriel dispara “É o nosso Master Chef”. Nossos jurados? As plantas ué!

Já Victória fala sobre os desafios para dar forma às coisas: “A massa ficou um pouco mole para formar os bolinhos. Então, deixamos tudo no sol para ver o que acontecia. Esperamos e aí a massa endureceu. Depois enfeitamos os bolinhos assim”.

No posfácio do livro “Cozinhando no Quintal”, de Renata Meirelles, a nutricionista brasileira Neide Rigo escreve “É uma inspiração que todos deveriam ter ao lado, para nunca deixar morrer a delicadeza ligada ao que nos faz vivos: a comida de corpo e de alma”.

 

Eu, como observadora, me emocionei com a capacidade de concentração, a disposição para inventar, descobrir junto, conviver e se comunicar na recriação do espaço cultural e afetivo da casa. Brincar é preciso!

 

Lindalva Souza é arte-educadora de São Paulo e pesquisadora da área da infância e que também leva o crédito das fotos abaixo.

 

E atenção ao próximo evento aqui no Espaço Viveka:

A Serviço de Deus: a espiritualidade em J. S. Bach

com o Regente Rafael Vicole

Local: Sala Anita do Espaço Viveka

Data: Sábado, 16 de Setembro de 2017, das 19 às 21 horas

Para participar, entre em contato com a secretaria do Espaço Viveka pelos telefones: (11) 2295-7961 e 99225-2074.

 

Acompanhe as próximas atividades do Espaço Viveka, por meio do nosso site: www.espacoviveka.com.br – ou, se quiser, faça-nos uma visita, de segunda a sexta, das 14h às 20h. Estamos localizados na Rua Professora Sebastiana Silva Minhoto, 375 – próxima ao metrô Carrão, em São Paulo.

Planejamento estratégico-2

Planejamento estratégico.

Planejamento estratégico-1

Diversidade de material.

harmonia

Harmonia.

ingrediente 1

harmonia-3

Ingredientes e estética refinados.

User comments

foto Marcia

EU II

E aqui está a foto da mediadora, Lindalva Souza!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mostrar
Esconder
Download Premium Magento Themes Free | download premium wordpress themes free | giay nam dep | giay luoi nam | giay nam cong so | giay cao got nu | giay the thao nu

Selo EMF