Pós Graduação Viveka

A Pós-graduação A ARTE E O BRINCAR NO TRABALHO COM CRIANÇAS propõe-se a estimular percepções das crianças em espaços físicos e imaginados, que potencializem relações de pertencimento, quiçá com inserções mais transformadoras no mundo real.
INSCREVA-SE
COORDENAÇÃO GERAL: Prof. Dr. Giuliano Tierno de Siqueira e Profa. Ms. Ângela Castelo Branco Teixeira
COORDENAÇÃO DO CURSO: Coordenação: Profa. Ms. Zilpa Maria de Assis Magalhães
PERÍODO DE REALIZAÇÃO DO CURSO: Março de 2018 a agosto de 2019
CARGA HORÁRIA: 450 horas (incluindo TCC)
DIA DA SEMANA E HORÁRIO: Turma mensal: sábado e domingo das 9:30h às 16:30h
VALOR DO CURSO: R$ 13.200,00 (em até 24 parcelas de R$ 550,00). *5% de desconto para mensalidades pagas até a data do vencimento. 10% para pagamentos à vista.
Inscrições até 31 de janeiro de 2018.
ENTREVISTAS COM OS INSCRITOS: de 4 a 12 de fevereiro de 2018
MATRÍCULAS: 15 a 20 de fevereiro de 2018
AULA INAUGURAL: 03 de março de 2018
INÍCIO DAS AULAS: 10 de março de 2018
As aulas acontecerão presencialmente no Espaço Viveka que integra o PROJETO TERRITÓRIOS PARCEIROS d’A Casa Tombada:
Espaço Viveka: Localizado à rua Professora Sebastiana Silva Minhoto, 375 Tatuapé CEP 03316-030 – Telefone: (011) 2295 7961- site: http://www.espacoviveka.com.br – em módulos presenciais aos sábados e domingos das 9h30 às 16h30. São previstas horas/aulas mensais de atividades à distância entre os módulos para estudo, aprofundamento e conclusão dos trabalhos.
Datas dos módulos
2018 – março: 10 e 11 – abril: 14 e 15 – maio: 19 e 20 – junho: 16 e 17 – agosto: 18 e 19 – setembro: 15 e 16 – outubro: 20 e 21 – novembro: 10 e 11 – dezembro: 1
2019 – fevereiro: 9 e 10 – março: 9 e 10 – abril: 13 e 14 – maio: 18 e 19 – de junho a agosto: preparação e finalização do trabalho de conclusão de curso (TCC)
Funcionamento do curso:
1.1 – O curso de pós-graduação lato sensu A Arte e o brincar no trabalho com crianças é oferecido e realizado pela A CASA TOMBADA e Espaço Viveka - Rua Professora Sebastiana Silva Minhoto, 375. Tatuapé/SP (próximo ao metrô Carrão) – Fone (11) 2295-7961.
1.2. – Turma mensal (um sábado e um domingo por mês das 9h30 às 16h30).
Início: março de 2018 – Término: Agosto de 2019
1.3 – Sobre as turmas:
1.3.1 – As aulas acontecerão mensalmente, de maneira presencial no Espaço Viveka, um sábado e um domingo por mês das 9h30 às 16h30. Além das aulas, os alunos participarão de atividades de artesanato e estudo nos intervalos entre os módulos. O material artístico é de responsabilidade do aluno. É obrigatória a presença do aluno em ao menos 75% da carga horária das aulas. O curso tem a carga horária total de 450 horas e duração de 18 meses.
1.4 – Conteúdo Programático:
1.4.1. Espaço na História da Arte
Ementa: Visando o desenvolvimento da percepção visual dos alunos e articulando teoria e prática, a disciplina parte da leitura dos aspectos formais das obras de arte, estabelecendo as devidas contextualizações dos períodos históricos. Arquitetura, escultura e pintura como formas de perceber e de modicar o mundo real, da Antiguidade à Revolução Industrial.A geometria utilizada na construção de modelos sagrados. Os espaços planificados e suas representações no período medieval. Volumetria e perspectiva na visão clássica. Os espaços funcionais e utópicos da modernidade.
Referencial bibliográfico:
ARGAN, G. C. A arte moderna: do iluminismo aos movimentos contemporâneos. São Paulo: Cia das Letras,1992.
HAUSER, A. História Social da Literatura e da Arte. São Paulo: Editora Mestre Jou, 1982. Vol. I e II
OSTROWER, F. Universos da Arte. Rio de Janeiro: Ed Campus, 1983
1.4.2. Cuidar do Pensar com Crianças
Ementa: A importância do cuidar do pensar como um movimento para a valorização do protagonismo nas infâncias. Estudo do Programa de Filosofia para Crianças de Matthew Lipman, com ênfase na proposta de Educação para o Pensar. Reflexão sobre o papel do adulto nas assembleias como mediador no desenvolvimento de um pensar crítico, criativo e cuidadoso na construção da moralidade e valores humanos na infância. Conhecimento da metodologia proposta pelo referido programa. Apresentação, análise e planejamento de práticas pedagógicas do referido programa como contribuição para o desenvolvimento integral da criança.
Referencial bibliográfico:
ARAUJO, Ulisses F. Assembleia escolar: um caminho para a resolução de conflitos. São Paulo. Moderna, 2004.
CUNHA, José Auri. Filosofia para a criança. Campinas. Alinea, 2008.
EDWARDS, Carolyn. As cem linguagens da criança: a abordagem de Reggio Emilia na Educação da primeira infância. Porto Alegre. Artmed, 1999.
LORIERI, M. Filosofia: fundamentos e métodos. Filosofia no ensino fundamental. São Paulo. Cortez, 2002.
1.4.3. Políticas públicas e educação
Ementa: Contexto histórico da educação no Brasil, iniciando o processo histórico estrutural do desenvolvimento da educação de base, do ensino médio e superior. Análise das consequências e impactos da educação vigente que constitui a criança como aluno (sem luz) e a infância (sem voz). A mobilização da sociedade civil e as formulações das políticas públicas educacionais. Os avanços neoliberais e os rumos da educação. A influência neoliberal para a constituição dos espaços públicos e o movimento das crianças.
Referencial bibliográfico:
CAPARROZ, A. A. M. A Psicologia da Educação e os Cursos de Licenciatura nas faculdades particulares do Município de São Paulo. Tese (Mestrado em Educação – Psicologia da Educação). PUC, SP, 1992.
CAPARROZ, M. C. A precarização do trabalho docente: da frustração ao adoecimento. Mestrado, 2016. UNITAU
DEL PRIORE, Mary. História das crianças no Brasil. São Paulo: Contexto, 1999
FAVERO, M. L. A. A Universidade no Brasil: das origens à Reforma Universitária de 1968. Educar em Revista, 2006.
FERNANDES, Florestan. O desafio educacional. São Paulo, Ed. Cortez, 1989
1.4.4. Territórios Simbólicos
Ementa: Estudo das dimensões simbólicas que constituem e estruturam os espaços significativos de nossas vidas cotidianas. A constituição da subjetividade, dos sentidos, a partir de experiências de vida cotidiana. O sagrado e o profano na formação das subjetividades. A construção dos símbolos nas formações culturais. A “experiência” como função primordial no diálogo simbólico.
Referencial bibliográfico:
BONDÍA, Jorge Larrosa Notas sobre a experiência e o saber de experiência. In: REVISTA BRASILEIRA DE ESCUAÇÃO, Rio de Janeiro, 2002, n. 19, pg: 20-28.
ELIADE, M. O Espaço Sagrado e a Sacralização do Mundo. In: ELIADE, M. O Sagrado e o Profano: a essência das religiões, Lisboa. s.d. pg: 34-80.
HAMPATE BÁ, A. A Tradição Viva In: KI-ZERBO, J. História Geral da Africa. Brasília, UNESCO, 2010, Vol I, pg: 167-212
1.4.5. A casa, a rua e a Cidade: espaços que ensinam
Ementa: Arquitetura, Arte e Educação: compreensão dos espaços arquitetônicos, urbanos e do desfrutar artístico como processos cognitivos, fomentando a reflexão e as experiências relacionadas as esferas culturais, socioeconômicas e ambientais. Entender a arquitetura como investigação e produção de conhecimento, consolidando uma postura crítica como possibilidade de experimentação de novas propostas de espaços educacionais.
Referencial bibliográfico:
FONTES, Adriana Sansão. Intervenções temporárias, marcas permanentes: apropriações, arte e festa na cidade contemporânea. Rio de Janeiro: Casa da Palavra:Fapwerj, 2013.
SILVA, Armando. Imaginários: estranhamentos urbanos. São Paulo: Edições Sesc São Paulo, 2014.
GUERRA, Abílio (org.). O Arquiteto e a cidade contemporânea. São Paulo:Abílio Guerra Editora, 2009.
1.4.6. Canto, contos e brincadeiras
Ementa: O papel do educador brincante como agente mediador daatividade lúdica. Conhecimento eaprofundamento dos estudos sobre práticas educativas na cultura da infância em diferentes contextos. As linguagens: artes visuais, música, jogos teatrais, literatura etc. como propulsoras para investigar e observar gestos, sentimentos e a poética do brincar. A arte de contar histórias de fada, dos mitos, das lendas, das fábulas. Os elementos internos e externos inerentes aos contos infantis: análise do conto, expressão corporal e vocal, público-alvo e o uso de objetos, visando, de maneira performática, oferecer espaço para o ato de narrar.
Referencial bibliográfico:
BENJAMIN,Walter.Reflexões: a criança, o brinquedo, a educação. São Paulo: Summus, 1984.
EDWARDS, Carolyn; GANDINI, Lella; FORMAN, George. As cem linguagens da criança. São Paulo: Ed. Artmed, 1999.
CASCUDO, Câmara. Contos tradicionais do Brasil. Rio de Janeiro, Ediouro.
MACHADO, Regina. Acordais: fundamentos teórico-poéticos da arte de contar histórias. São Paulo, DCL (Difusão Cultural do Livro)
1.4.7. Corpo como expressão do Som e do Movimento
Ementa: Estudo teórico e prático das relações entre o corpo (forma), o espaço interno (ações/emoções/desejos) e espaço externo (expressão). O ato de brincar percebido como ação do corpo, estudado como aspectos: epistemológicos, sociológicos, históricos e culturais relacionados ao tema. Consciência corporal e consciência das possibilidades sonoras do corpo, através de percussão corporal, percussão vocal, composição de atmosferas e paisagens sonoras.
Referencial bibliográfico:
ALMEIDA, A. Percussão Corporal. 1ª Ed.; Solo Edições, 2016.
ARTAXO, I. Ritmo e Movimento: Teoria e prática. 5ª edição. Ed. Phorte, 2013.
LABAN, Rudolf. Domínio do Movimento, Summus, 1978.
MARQUES, Isabel A. Linguagem da Dança: Arte e Ensino, São Paulo: Digitexto, 2010.
1.4.8. Tempo e Espaço nas relações contemporâneas
Ementa: Pluralidade de formatos e meios na produção artística contemporânea, do objeto às instalações. A desconstrução de espaços, conceitos e ideias. “Contemplação” X “Participação”. Arte ambiental, site-specific, arte efêmera. As estratégias de proximidade da arte relacional.
Referencial bibliográfico:
BOURRIAUD, Nicolas. Estética relacional. São Paulo: Martins, 2009. Col. Todas as Artes.
FERREIRA, Glória (org.) Crítica de Arte no Brasil: Temáticas Contemporâneas. RJ: Funarte, 2006.
MAMMI, Lorenzo. O que resta. SP: Companhia das Letras, 2012.
VENANCIO FILHO, Paulo. A presença da arte. São Paulo: Cosac & Naify, 2013.
1.4.9. Didática e Prática no Ensino Superior
Ementa: Estudo do processo ensino-aprendizagem e o trabalho do professor em suas dimensões humanas, técnica, social, cultural, econômica e política. Utilização das diferentes ferramentas e estratégias próprias do trabalho docente, na sala de aula como um espaço político pedagógico. Formação do educando sob a ótica de novas direções metodológicas além de procedimentos didáticos atualizados para o desenvolvimento de competências e metodologias ativas relacionadas ao planejamento, mediação e avaliação dos processos de ensino e aprendizagem.
Referencial bibliográfico:
GAETA, CECILIA, & MASETTO, MARCOS. O Professor Iniciante no Ensino Superior – aprender, atuar e inovar. São Paulo:. SENAC, 2013.
LIBANEO, JOSE CARLOS. Didática. São Paulo: Cortez, 2 ed. 2013.
MASETTO, MARCOS. O Professor na Hora da Verdade – A Prática Docente no Ensino Superior. São Paulo: Avercamp, 2010.
SUHR, INGE RENATE TROSE. Processo Avaliativo no Ensino Superior. Curitiba: Intersaberes, 2012.
VASCONCELOS, CELSO DOS SANTOS. Planejamento: Projeto de Ensino: Aprendizagem e projeto Político Pedagógico. São Paulo: Libertad, 2012.
1.4.10. Metodologia da Pesquisa
Ementa: Estudos epistemológicos historicizados sobre a busca humana para conhecer seu mundo e a si mesmo. Reflexões sobre o mito da Cientificidade. Arte enquanto objeto de produção científica e a complexidade na produção científica contemporânea. Orientações referentes a finalidades, tipos, etapas, projetos e elaboração de trabalhos científicos e apresentações públicas de monografias e textos científicos. Planejamento e Desenvolvimento de um projeto que integra produção expressiva, seu memorial e o estudo monográfico a partir do mesmo.
Referencial bibliográfico:
DISCONZI, Romanita. O processo de criação e a pesquisa nas artes plásticas. Curitiba: UFRGS, Instituto de Artes, 1990, 56-60 p.
Ferry, Luc Aprender a Viver: Filosofia p a tacos novos tempos. Rio de Janeiro, Editora Objetiva 2007.
SEVERINO, A. J. Metodologia do Trabalho Científico. São Paulo, Ed. Cortez, 2000, 27 ed.
ZAMBONI, Silvio. A pesquisa em arte: um paralelo entre arte e ciência. Campinas: SP: Autores Associados, 2006, 107p.
1.4.11. TCC (trabalho de conclusão de curso)
* Os cronogramas das aulas serão entregues no começo de cada semestre.
** O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) deve ser concluído ao término do curso e revisado em até 90 dias após o último módulo. Entende-se por TCC nesse curso, a preparação e apresentação pública de uma escrita para uma banca de especialistas, mestres e/ou doutores. A carga horária desse trabalho não está somada à carga total do curso.

INSCREVA-SE

Inscrições até 31 de janeiro de 2018.













Alguma limitação física?




Mostrar
Esconder
Download Premium Magento Themes Free | download premium wordpress themes free | giay nam dep | giay luoi nam | giay nam cong so | giay cao got nu | giay the thao nu

Selo EMF